Carglass logo
Aguarde um momento
Blog Carglass® Voltar Voltar
verificar-o-sobreaquecimento-do-carro
Manutenção do Carro

Sobreaquecimento do motor: causas, sinais e soluções para uma condução segura

Partilhar
Facebook Twitter Linkedin
29 de setembro 2023 | 6 min de leitura

O sobreaquecimento do motor é um problema que todo condutor teme, pois não só coloca em risco a saúde do veículo, mas também a segurança de todos os ocupantes. Fique a conhecer as principais causas, os sinais de alerta e soluções para este problema comum, mas que oferece sérios riscos ao seu automóvel. 

O que é o sobreaquecimento do motor

O sobreaquecimento do motor é um problema que ocorre quando a temperatura do motor do veículo aumenta para níveis anormalmente altos, comprometendo o seu funcionamento eficiente e potencialmente causando danos graves. O motor do carro é projetado para operar dentro de uma faixa de temperatura específica, geralmente em torno de 87°C a 105°C, onde a eficiência do combustível, a lubrificação adequada e o funcionamento geral são otimizados. Quando essa temperatura é excedida, diversos problemas podem surgir.

Sistema de refrigeração

Para entender o sobreaquecimento do motor, é importante conhecer o sistema de refrigeração. O motor gera calor durante a combustão interna e esse calor excessivo precisa ser dissipado para evitar o sobreaquecimento. Aqui entra o sistema de refrigeração do veículo, que é o responsável pela remoção do calor indesejado. Este inclui componentes como: o radiador, a bomba de água, o termostato, a ventoinha e o líquido de refrigeração (geralmente uma mistura de água e anticongelante).

Problemas que podem advir do sobreaquecimento do motor

O sobreaquecimento do motor pode acarretar em uma série de problemas que afetam tanto o funcionamento do veículo quanto a segurança dos ocupantes. Alguns dos principais problemas que podem surgir do sobreaquecimento do motor incluem:
  • Danos aos componentes internos: o calor excessivo pode danificar componentes internos do motor, resultando num desgaste prematuro e redução da vida útil do motor.
  • Fugas do líquido de refrigeração: o aquecimento excessivo pode causar fugas no sistema de refrigeração, levando à perda gradual de líquido de refrigeração e afetando a sua capacidade de arrefecer o motor.
  • Combustão inadequada: o aumento da temperatura do motor pode levar a uma combustão inadequada do combustível, reduzindo a eficiência do motor e aumentando o consumo de combustível.
  • Falha do sistema de refrigeração: o sobreaquecimento pode levar à falha do sistema de refrigeração, resultando num ciclo de aumento de temperatura ainda mais rápido.
  • Danos à junta da cabeça do motor: em casos extremos, o sobreaquecimento pode causar danos na junta da cabeça do motor, um problema complexo e caro de ser reparado.
  • Perda de potência e desempenho: o motor sobreaquecido pode perder potência e desempenho, resultando numa condução menos suave e eficiente.
  • Aumento do desgaste geral: o aquecimento excessivo coloca uma pressão extra em todo o sistema do motor, levando a um aumento geral no desgaste de componentes mecânicos.
  • Risco de paragens inesperadas: o motor que atinge altas temperaturas está mais propenso a falhas, o que pode resultar em paragens inesperadas, deixando o condutor numa situação complicada.
  • Danos ao radiador e ventoinha: o calor excessivo pode danificar o radiador e a ventoinha, componentes essenciais para o arrefecimento adequado do motor.
  • Aumento dos custos de reparação: os problemas causados pelo sobreaquecimento podem resultar em custos de reparação significativos, envolvendo a substituição de peças danificadas e, em alguns casos, a retificação do motor.

Causas do sobreaquecimento

O sobreaquecimento do motor pode ocorrer devido a uma variedade de causas, muitas das quais estão diretamente relacionadas ao sistema de refrigeração do veículo. Compreender essas causas é essencial para evitar problemas futuros e manter o motor do seu automóvel a funcionar de maneira eficiente.

  • Baixo nível do líquido de refrigeração: quando o nível deste líquido está abaixo do adequado, o sistema não consegue transferir calor eficientemente, levando ao sobreaquecimento. É importante verificar regularmente o nível do líquido de refrigeração e mantê-lo dentro do recomendado.
  • Fugas no sistema de refrigeração: fugas podem ocorrer nas mangueiras, juntas, radiador ou, até mesmo, no reservatório do líquido de refrigeração. Estas fugas reduzem a quantidade de líquido disponível para arrefecer o motor, resultando num aumento da temperatura.
  • Problemas com a bomba de água: A bomba de água é responsável por circular o líquido de refrigeração pelo motor e pelo sistema de refrigeração. Se a bomba estiver com algum defeito ou com mau funcionamento, a circulação do líquido será insuficiente, levando ao sobreaquecimento.
  • Radiador com obstruções: detritos, sujidades e resíduos podem obstruir o radiador, prejudicando a dissipação de calor. Um radiador obstruído não consegue arrefecer o líquido adequadamente, resultando num aumento da temperatura do motor.
  • Termostato avariado: O termostato regula a temperatura do motor, abrindo e fechando, para controlar o fluxo de líquido de refrigeração quando este é necessário. Se estiver preso na posição fechada, o líquido não circula e causa um aquecimento excessivo. Se estiver preso na posição aberta, o motor pode não atingir a temperatura ideal de funcionamento.
  • Problemas na ventoinha: A ventoinha ajuda a arrefecer o radiador, impedindo que o motor sobreaqueça, especialmente em baixas velocidades ou quando parado. Se a ventoinha não estiver a funcionar corretamente, a dissipação do calor será comprometida.
  • Sistema de ar condicionado sobrecarregado: em alguns veículos, o sistema de ar condicionado ajuda a arrefecer o motor. Se o sistema de ar condicionado estiver sobrecarregado ou com problemas, pode contribuir para o sobreaquecimento do motor.
  • Problemas no sistema de ignição: uma combustão irregular ou má regulagem do sistema de ignição pode resultar num aumento da temperatura do motor. Uma ignição inadequada leva a uma queima incompleta do combustível, gerando mais calor.

evitar_o_sobreaquecimento_motor

Sinais de sobreaquecimento

Reconhecer os sinais de alerta de um possível sobreaquecimento do motor é fundamental para intervir a tempo e evitar danos graves ao veículo. Ficar atento a esses sinais pode fazer a diferença entre uma rápida solução e um problema mais sério. Abaixo, estão os principais sinais a que deve estar atento:
  • Luz de aviso no painel: muitos veículos estão equipados com uma luz de aviso de temperatura no painel de instrumentos. Se essa luz se acender ou começar a piscar, é um sinal claro de que a temperatura do motor está a subir perigosamente. Se isto acontecer, pare o carro imediatamente e desligue o motor para evitar danos.
  • Termómetro da temperatura elevado: o termómetro da temperatura (termostato) no painel mostra a temperatura do motor. Se a agulha subir para a zona vermelha ou acima do nível normal, é um sinal de alerta de que o motor está com temperatura excessiva. Pare o carro assim que possível e deixe arrefecer.
  • Cheiro de líquido de refrigeração queimado: se notar um cheiro doce e característico do líquido de refrigeração queimado, pode ser um sinal de que há fugas ou um aquecimento excessivo no sistema de refrigeração.
  • Barulhos estranhos no motor: um motor sobreaquecido pode produzir ruídos incomuns, como batidas ou estalos. Isto ocorre devido à dilatação dos componentes de metal no motor devido ao calor excessivo.
  • Perda de potência ou desempenho: o sobreaquecimento pode levar a uma perda de potência e desempenho do motor. Se notar que o carro está com dificuldades em acelerar ou responder às suas investidas, isto pode indicar sobreaquecimento.
  • Fumo a sair do capô: fumo ou vapor a sair do capô é um sinal iminente de que o motor está com temperatura excessiva. Neste caso, pare o carro com segurança, desligue o motor e aguarde até que arrefeça antes de abrir o capô.

Medidas preventivas para evitar o aquecimento excessivo

A prevenção é a chave para evitar o sobreaquecimento do motor e garantir a longevidade do seu veículo. Ao adotar medidas preventivas regulares, pode manter o sistema de arrefecimento em ótimas condições e minimizar os riscos de atingir temperaturas excessivas. Conheça algumas dicas essenciais que pode pôr em prática:
  • Verificações regulares dos níveis do líquido de refrigeração
  • Inspeções visuais regulares ao veículo à procura de possíveis fugas do líquido de refrigeração
  • Agende manutenções periódicas do sistema de refrigeração, com um mecânico qualificado
  • Substituições periódicas do líquido de refrigeração, pois est deteriora-se ao longo do tempo
  • Teste o funcionamento da ventoinha para garantir que está a funcionar corretamente.
  • Evite usar o ar condicionado em situações de trânsito intenso ou em subidas íngremes.
  • Evite conduzir de forma agressiva, especialmente em alturas quentes, e pratique uma condução consciente.

O meu motor sobreaqueceu. E agora?

  1. Se notar sinais de sobreaquecimento, como luz de aviso no painel ou aumento da temperatura no medidor, pare o veículo assim que possível. Ignorar esses sinais pode resultar em danos irreversíveis ao motor.
  2. Após parar o veículo, espere alguns minutos antes de abrir o capô. O calor excessivo pode causar queimaduras. Use uma toalha ou luva para proteger suas mãos ao abrir o capô.
  3. Deixe o motor arrefecer antes de tomar qualquer medida corretiva. Tentar remover a tampa do radiador ou adicionar líquido de refrigeração imediatamente pode resultar em queimaduras graves.
  4. Com o motor mais frio, verifique visualmente o sistema de arrefecimento e procure por fugas.
  5. Caso você não encontre fugas visíveis e decida continuar a viagem, adicionar líquido de refrigeração pode ajudar a reduzir a temperatura temporariamente.
  6. Se o motor sobreaqueceu e não tem certeza sobre a extensão dos danos, é aconselhável chamar um profissional qualificado para avaliar a situação.
Partilhar
Facebook Twitter Linkedin
Ver todos posts do Blog

Também lhe pode interessar

Polimento auto: dicas para deixar o seu carro como novo

Ver artigo

Vidros automotivos: um para brisas trincado, vale a pena reparar?

Ver artigo

Conheça os hábitos que danificam a embraiagem e saiba como evitá-los

Ver artigo
Faça já a marcação online e tenha o seu vidro reparado rapidamente!