Voltar Voltar
Blog Carglass®
medo-de-conduzir
Condução Segura

Amaxofobia: Como perder o medo de conduzir

Partilhar
Facebook Twitter Linkedin
17 de out 2022 | 4 min de leitura

Amaxofobia ou, como é mais conhecida, o medo de conduzir ou estar dentro de um carro, é uma fobia bastante comum. Esta perturbação partilha semelhanças com os transtornos de ansiedade, podendo causar sintomas como preocupação excessiva e inquietude diante de situações relacionadas com o ato de conduzir ou de simplesmente ser passageiro num veículo. É um medo irracional, mas que tem como ser superado. Saiba como ultrapassar o medo de conduzir.

O que é a Amaxofobia?

Como referimos, esta fobia caracteriza-se pelo medo intenso de estar dentro de um veículo em movimento, seja como condutor ou como passageiro. O termo «amaxofobia» resulta da junção de duas palavras gregas: amaxo (carruagem) e fobia (medo irracional). 

Este pavor não se refere ao carro em si, mas sim à possibilidade de perder o controlo do veículo, seja quando se está a conduzir ou quando se viaja como passageiro. Isto pode acontecer não somente com um automóvel mas com outros meios de transporte como autocarro, comboio ou avião.

Tal como todos os tipos de fobia, a amaxofobia manifesta-se de forma distinta e com intensidades diferentes em cada indivíduo. É um transtorno psicológico mais comum do que se possa pensar, e que pode afetar pessoas de todas as idades.

Quais os sintomas?

Nem todas as pessoas que sofrem de amaxofobia manifestam este distúrbio da mesma forma. Tal como existem diversas causas para a fobia, existem graus de intensidade e sintomas diferentes. Estes sintomas podem aparecer não apenas quando conduz ou viaja de carro, há também quem os manifeste só de pensar em entrar num veículo. Os sintomas mais comuns, são:
  • Boca seca
  • Sudorese
  • Tensão muscular
  • Dores de cabeça e/ou no peito
  • Formigueiro
  • Vertigens
  • Tremores
  • Aceleração do ritmo cardíaco
  • Agitação
  • Náuseas
  • Insegurança
  • Sensação de perda de força nos braços e nas pernas
  • Visão desfocada

É, ainda, importante referir que a amaxofobia pode fazer-se acompanhar de outros transtornos, tais como:
  • Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)
  • Ansiedade generalizada
  • Fobia social
  • Medo de errar
  • Síndrome de burnout, entre outros.


Possíveis causas

Há algumas experiências ou acontecimentos que, enquanto condutor ou passageiro, podem levar ao desenvolvimento de amaxofobia. Conheça algumas dessas situações:

  • Ter estado envolvido num acidente ou ter testemunhado um que tenha sido particularmente traumático
  • Pouca prática de condução após a obtenção da carta de condução
  • Ter tido instrutores de condução demasiado rigorosos;
  • Ter conduzido sob neblina, chuva, neve, ou outras condições adversas que tenham causado algum desconforto, assim como se ter deparado com um animal em frente ao veículo ou outro elemento que possa ter gerado pânico
  • Ter tido pais que revelavam ansiedade ou ataques de pânico ao conduzir
  • Ter assistido ou ter estado envolvido em desentendimentos no trânsito, particularmente violentos
  • Ter vivido fortes episódios de stress, devido a congestionamentos de trânsito, por exemplo
  • Sofrer previamente de ataques de ansiedade ou outros distúrbios nervosos
  • Ouvir ou ler muitas notícias sobre acidentes de trânsito graves ou assistir a filmes que retratem choques de carro violentos.

consultar-psicologo-amaxofobia

Como superar este medo?

Embora a amaxofobia possa parecer algo de proporções reduzidas, pode ser um grande transtorno e ter um impacto negativo na qualidade de vida de quem sofre desta fobia. Para quem sofre deste transtorno, temos uma boa notícia: sim, é mesmo possível resolver este problema e perder o medo de conduzir.

Se se encontra nesta situação ou conhece alguém que manifeste os sintomas acima referidos, o primeiro passo a dar deverá ser consultar um psicólogo. Depois, existem algumas soluções possíveis à sua escolha, tais como:

  • Experimentar hipnoterapia: a hipnose chega até à raiz do problema e, por isso, é uma das terapias mais eficazes para perder o medo de conduzir
  • Falar sobre o seu medo: verbalizar o que sente quando está atrás do volante é uma forma de superar a amaxofobia e reduzir a tensão. E, se o fizer com um psicólogo, ele poderá ajudá-lo a ter pensamentos positivos e a visualizar-se de um modo calmo e tranquilo, enquanto conduz.
  • Ter aulas de condução para quem já tem carta e aderir a grupos que partilhem do mesmo problema: um bom instrutor de condução pode ser a chave para que perca todos os seus medos, receios e inseguranças. Além disso, conversar com outras pessoas que sofrem ou sofreram do mesmo transtorno pode ser muito importante e útil
  • Fazer terapia cognitivo-comportamental e dessensibilização gradual: estas são outras técnicas também utilizadas para superar o medo de conduzir
  • Aprender técnicas de relaxamento para controlar a ansiedade

Todas estas soluções e terapias devem ser feitas de forma gradual, de modo a que se consiga, aos poucos, enfrentar a estrada e conduzir.

Acima de tudo, não se esqueça de praticar sempre uma condução defensiva, pois pode ajudar a combater este seu medo ou de outros condutores.
Partilhar
Facebook Twitter Pinterest
Ver todos posts do Blog

Também lhe pode interessar

Isenção de IUC - A quem se destina e como pedir?

Ver artigo

O que devo fazer em caso de acidente? Saiba como proceder

Ver artigo

Como circular nas rotundas: todas as regras que precisa saber

Ver artigo
Faça já a marcação online e tenha o seu vidro reparado rapidamente!