marcação vidro partido automóvel Onde estamos
Política de Cookies

Este site utiliza cookies para proporcionar uma melhor experiência de navegação. Consulte a nossa Política de Privacidade. Saiba mais

compreendi e aceito
Pesquisa

É necessário introduzir pelo menos uma palavra.

Voltar Voltar
Blog Carglass®
Manutenção do Carro

Carros Elétricos - Quanto custa e onde carregar

Partilhar

E num piscar de olhos os carros elétricos começaram a fazer parte da nossa realidade. Se ao início parecia um futuro longínquo, hoje conseguimos perceber pela quantidade de marcas de automóveis a apostar nesta solução, que os carros elétricos não são o futuro, são o nosso presente!

Mas afinal o que são carros elétricos?

É bastante simples, consideramos carros elétricos todos aqueles que dependem a 100% da eletricidade, sem outros motores de combustão – por outras palavras, usam a eletricidade e não a gasolina ou outros combustíveis fósseis.

É possível afirmar que a grande diferença entre um carro elétrico e um carro tradicional é que o primeiro não produz emissões de CO2 durante a condução – gases que contribuem para o aquecimento global, o tema que continua a marcar a atualidade e que devemos ter em consideração no momento de fazer escolhas.

Para além destes, existem ainda automóveis com tecnologias mistas, mais conhecidos como híbridos (com ou sem plug-in). Mesmo em comparação com estes, os carros elétricos são considerados a solução mais ecológica do mercado devido ao impacto poluente ser quase nulo.

Como escolher entre um carro elétrico e um convencional?

Cada caso é um caso e, antes de mais, é importante perceber qual é o seu dia a dia – comparar as diferenças da utilização de um carro elétrico ou de um carro convencional na sua rotina.

Os percursos que traçam os seus dias ou o tempo que demora nas suas viagens rotineiras podem marcar esta decisão. Deve então ponderar sobre quanto pouparia em combustível, a redução em emissões de CO2, o número de carregamentos que teria de fazer por dia (ou por semana), entre outros fatores.

O que pode custar vs o que pode poupar com um carro elétrico?

Segundo o exemplo exposto no site da MOBI.E, S.A. (empresa pública associada à rede de mobilidade elétrica), um carro elétrico pode gastar menos 11% a 72% por ano em combustível, comparativamente a um carro convencional – se percorrer 16 000 kms, pode poupar entre 160€ e 1025€.

A variação de custos depende de onde abastece o carro elétrico. Enquanto que em casa pode pagar cerca de 0,15€ por kWh em determinados horários, num Posto de Carregamento Rápido pode chegar aos 0,45€ por kWh.

No entanto, não podemos deixar de lembrar que a esta poupança temos de acrescentar também os custos de manutenção, que são variáveis e dependentes também da sua utilização.

Benefícios e poupança por ter um carro elétrico

Esta vai gostar de ouvir: em alguns Postos de Carregamento Normal (PCN), poderá ter energia de forma gratuita!

Outro benefício a ter em conta é o estacionamento gratuito aplicável em alguns municípios, a isenção dos impostos IUC e ISV, assim como a dedução do IVA e a isenção de tributação autónoma no caso das empresas.



Qual é a autonomia das baterias dos carros elétricos?

Quando se fala de carros elétricos esta questão está inerente! A autonomia é apontada sempre como a principal desvantagem, no entanto tem vindo a ser melhorada pelo desenvolvimento tecnológico e já existem marcas que garantem mais de 500Km de autonomia – o que, vamos ser sinceros, é mais do que suficiente para o dia-a-dia da maioria das pessoas que trabalha num local fixo. Porém, quando comparadas, as baterias dos carros elétricos ainda não permitem uma autonomia equivalente à dos carros movidos a combustíveis fósseis.

Sabia que a maioria dos modelos elétricos tem também um sistema de regeneração incorporado, que permite aproveitar as travagens para gerar energia elétrica e assim carregar parte da bateria?

Onde posso encontrar postos de carregamento? Quais as opções?

Uma das grandes vantagens dos carros elétricos é poder carregá-los em vários locais, para além dos convencionais pontos de abastecimento. É possível carregar em estações de serviço que disponham deste serviço, ou também nos postos de carregamento da rede pública de mobilidade elétrica. Poderá ainda encontrar estes postos em parques de estacionamento, centros comerciais, hotéis ou aeroportos. Outra opção é carregar o seu carro elétrico em casa!

É quase táo fácil encontrar o ponto de carregamento mais perto de si como é encontrar uma agência Carglass! E muitas das nossas agências estão perto de pontos de carregamento – temos todo o gosto em ajudar se passar perto da sua carglass mais próxima! Pode encontrar um mapa de postos de carregamento da rede pública aqui ou encontrar a nossa agência mais perto de si, aqui.

Mas nem todos os postos de carregamento são iguais, vamos perceber algumas das diferenças entre estas opções:

Carregamentos na rede pública de mobilidade elétrica:

Desde 2008, existe em Portugal uma rede com mais de 500 postos, que correspondem a cerca de 1250 pontos de carregamento (tomadas). Podemos encontrar estes pontos espalhados pelo país inteiro – mais especificamente: 50 municípios de Portugal Continental e da Região Autónoma da Madeira.



Postos de Carregamento Normal (PCN):

Possuem pontos de carregamento que transferem eletricidade para os veículos elétricos numa potência igual ou inferior a 22kW. Em alguns destes postos os carregamentos são gratuitos ou de baixo custo de forma a incentivar a mobilidade elétrica.

Quando pago, os valores não ultrapassam os 3 cêntimos/min, sendo que podem ser cobrados ao minuto ou ao kW. Nos pontos de potência mais baixa, de 3,7 kWh, um carregamento de 100% da bateria pode demorar, no máximo, 8 horas. Já nos de máxima potência, de 22 kWh, em apenas 1 hora conseguirá alcançar cerca de 80% da autonomia total da bateria.

Postos de Carregamento Rápido (PCR):

São os pontos de carregamento de alta potência, uma vez que transferem eletricidade para os veículos elétricos numa potência sempre superior a 22kW. Isto significa que permite carregar mais de 80% da bateria em apenas 20/30 minutos. Em relação aos custos, podem ser cobrados, no máximo, 0,40€ por KWh ou 0,16 cêntimos por minuto.

Estes postos estão sobretudo localizados em áreas de serviço de autoestradas e, nas principais cidades do país.

Carregamentos domésticos:

As tomadas domésticas, e a corrente "convencional” (2,3 kW), não são suficientes, nem seguras, para carregar um carro elétrico em casa de uma forma rápida e eficaz, pelo que existem soluções próprias de carregamento doméstico disponíveis no mercado.

 Um destes exemplos são as Wallboxes, ou seja, uma estação de carregamento doméstica que podemos comprar ou alugar. É uma solução pensada para casas térreas ou para condomínios. Um ponto positivo desta opção é que pode gerir os carregamentos através do seu smartphone. Outras soluções incluem as várias opções de tomadas, fichas e cabos específicos para este tipo de carregamentos e que devem ser sempre instalados por técnicos qualificados.

Para finalizar esta temática deixamos-lhe um facto interessante relacionado com o nosso país e os carros elétricos: segundo um estudo da Federação Europeia de Transporte e Ambiente divulgado em outubro de 2020, Portugal está em 5º lugar entre os países europeus onde se vendem mais elétricos, no total de carros vendidos. Uma boa notícia, sendo que um veículo elétrico é acima de tudo um veículo mais amigo do ambiente! Mantenha-se a par das novidades que 2021 vai trazer no mercado dos carros elétricos e faça as melhores escolhas!

Partilhar
Ver todos posts do Blog
Faça já a marcação online e tenha o seu vidro reparado rapidamente!
Carglass We WCAG 1.0
Seguir NO
Add This Addthis