Carglass logo
Aguarde um momento
Blog Carglass® Voltar Voltar
mecanico-a-mexer-no-ralenti-1
Manutenção do Carro

Sabe o que é o motor em ralenti e quais as suas funções?

Partilhar
Facebook Twitter Linkedin
16 mai 2024 | 3 min de leitura

Quem nunca, parado no trânsito, deixou o carro em ponto morto ou ficou a pressionar a embraiagem? Isto nada mais é do que "deixar o carro ao ralenti”. 

Certamente já ouviu falar do ralenti do motor, mas sabe em que consiste e qual a sua função? Venha descobrir tudo sobre este componente no nosso artigo.

O que é o Ralenti?

O ralenti refere-se às rotações de marcha lenta do motor de um veículo. Quando o motor está ao ralenti, está a funcionar num regime mínimo, mantendo-se ligado mesmo quando o veículo está parado. O carro continua a "respirar", mantendo-se ligado, mas sem que as rodas girem.

Este estado é essencial para manter o motor em funcionamento enquanto o veículo está imóvel, garantindo, assim, uma resposta rápida quando é necessário acelerar novamente.

Funções do ralenti

  • Manter a temperatura do motor: durante o ralenti, o motor continua a funcionar, o que permite que o líquido de arrefecimento circule e mantenha a temperatura ideal, evitando o sobreaquecimento do motor ou outros danos;
  • Lubrificação: a bomba de óleo continua a funcionar durante o ralenti, o que garante a correta lubrificação das peças do motor;
  • Manter o motor a funcionar: o ralenti garante que o motor não desligue quando parado, por exemplo, em semáforos ou no trânsito;
  • Alimentar sistemas elétricos: quando deixa o carro ao ralenti, o alternador continua a carregar a bateria do veículo e a fornecer energia para sistemas elétricos como o rádio, ar condicionado e luzes.

Ralenti instável: perceba o que é e quais as consequências

O ralenti instável é um dos indicadores de uma possível avaria no carro. Mas o que isto significa, ao certo, e como ver se está instável?

O ralenti instável ocorre quando o motor oscila entre rotações baixas e altas de forma inconsistente e aleatória. Este problema pode manifestar-se através de trepidação ou vibração do carro, quando este está parado.

As causas podem variar desde falhas no sistema de admissão de ar até problemas com sensores de temperatura ou válvulas de controle de ar.

Causas de um ralenti instável

Se verificar pelo menos uma das seguintes situações abaixo, pode-se dizer que o ralenti está instável:

  • O carro vibra de forma excessiva ou estranha;
  • As rpm têm oscilações (aumentam e diminuem) de forma instável e aleatória;
  • O carro "treme" de forma excessiva, "engasga-se” ao arrancar, ou parece perder potência.

Se fez "check” em, pelo menos, um destes três pontos, significa que poderá ter de trocar ou verificar algum dos componentes abaixo:

Velas

Se detetar alguns dos sintomas acima e, principalmente, que o carro perde potência ao arrancar, a primeira coisa a verificar devem ser as velas. Este componente deve ser substituído a cada 30.000 ou 60.000 quilómetros.

Filtros

Se o veículo continuar instável mesmo depois de iniciar a marcha, pode indicar a presença de problemas nos filtros, especialmente no filtro de ar e no filtro de combustível. Estes filtros devem ser trocados com a frequência indicada pelo fabricante.

Carburador e válvulas desafinadas

Outra das coisas que pode contribuir para um ralenti instável é uma possível falha no carburador e válvulas desafinadas.

Falha na válvula do ralenti

A válvula do ralenti deve ser limpa a cada 40.000 quilómetros, uma vez que é uma peça que tende a acumular detritos no seu interior.


Atenção: se perceber que o seu carro faz algum - ou todos - os sintomas acima descritos, é aconselhável dirigir-se a uma oficina para que possam identificar precisamente qual é o problema e evitar custos mais elevados num futuro.


velocimetro-rotacoes-ralenti

Como evitar problemas com o ralenti

Se quiser evitar problemas com o ralenti, as palavras-chave são: manutenção preventiva e cuidados no dia a dia:

Manutenção preventiva

  • Realize a revisão do carro periodicamente;
  • Faça a troca do filtro de ar regularmente;
  • Utilize gasolina de boa qualidade;
  • Evite deixar o carro parado por longos períodos.

Cuidados na utilização diária

  • Evite deixar o carro em ralenti por muito tempo;
  • Não acelere o carro enquanto ele está parado;
  • Preste atenção aos sinais de problemas com o ralenti acima referidos.

Dicas adicionais

  • Instale um filtro de combustível de qualidade para prevenir a entrada de impurezas;
  • Utilize um aditivo para combustível para ajudar a limpar o sistema de injeção;
  • Mantenha o sistema de refrigeração do carro em bom estado.

Ralenti e o meio ambiente

O funcionamento do motor em ralenti tem um impacto significativo no ambiente, contribuindo negativamente para a qualidade do ar, especialmente, em áreas urbanas, uma vez que resulta no desperdício de combustível e emissões poluentes.

A Comissão Europeia implementou uma série de propostas legislativas com o objetivo de atingir a neutralidade climática na União Europeia até 2050. Essas propostas incluem metas intermediárias, como uma redução líquida de pelo menos 55% das emissões de gases de efeito estufa até 2030.
Partilhar
Facebook Twitter Linkedin
Ver todos posts do Blog

Também lhe pode interessar

E fez-se luz! Porque é tão importante limpar os faróis do carro?

Ver artigo

Pneu suplente: tudo o que precisa de saber

Ver artigo

Como tirar manchas de água do vidro de carros

Ver artigo
Faça já a marcação online e tenha o seu vidro reparado rapidamente!