Carglass logo
Aguarde um momento
Blog Carglass® Voltar Voltar
radiarores_cuidados_a_ter
Manutenção do Carro

Radiadores: o que são, como funcionam e a importância da manutenção

Partilhar
Facebook Twitter Linkedin
20 de nov 2023 | 4 min de leitura

Podemos todos concordar que os automóveis são máquinas complexas e incrivelmente eficientes. Mas, por trás da potência dos motores e da elegância do design, há um mundo de engenharia meticulosa que mantém tudo a funcionar plenamente. Um dos componentes essenciais deste sistema é o radiador, uma peça muitas vezes subestimada, mas de extrema importância para o desempenho e longevidade do automóvel.

Para que servem os radiadores automóveis?

Os radiadores são peças centrais no sistema de refrigeração de um veículo. Localizado, geralmente, na parte frontal do motor, este destaca-se como um dos componentes mais essenciais para o bom funcionamento do automóvel.

A sua função principal

Na sua essência, o radiador tem uma função de extrema importância: controlar a temperatura do motor. Durante o funcionamento do veículo, o motor gera calor significativo devido à queima de combustível e ao atrito das peças móveis. Se a temperatura do motor aumentar demasiado, pode levar a sérios problemas como o sobreaquecimento do motor, que pode causar danos graves e dispendiosos.

E é aqui que entra o radiador. Este age como um dissipador de calor, permitindo que o excesso de calor seja removido do motor, num processo bastante engenhoso: um líquido de refrigeração circula continuamente pelo motor, absorvendo o calor excessivo. Esse líquido quente é então transportado para o radiador, onde o ar externo é usado para dissipar o calor, arrefecendo o líquido. Esse ciclo de aquecimento e arrefecimento contínuo mantém a temperatura do motor dentro de níveis seguros e ideais para o funcionamento eficiente.

A importância da temperatura

Entender a relação entre a temperatura e o desempenho do motor é fundamental. Motores funcionam melhor dentro de um limite específico de temperaturas. Se estiverem muito frios, podem operar de maneira ineficiente, aumentando o consumo de combustível e a emissão de poluentes. Por outro lado, se estiverem muito quentes, os componentes do motor podem deteriorar-se rapidamente, causando danos caros.

Assim, o radiador desempenha o papel de "sentinela” da temperatura, assegurando que o motor opere na temperatura ideal e garantindo a eficiência, durabilidade e baixos custos de manutenção do seu automóvel.

Como funcionam?

Para compreender completamente a importância dos radiadores, é essencial conhecer o seu funcionamento interno e como este contribui para manter o motor do carro a operar de uma maneira eficiente e segura.
  • Circulação do líquido de refrigeração: como já referido, os radiadores trabalham com o líquido de refrigeração, também conhecido como anticongelante, muitas vezes conhecido como anticongelante. Este líquido, uma mistura de água e aditivos, projetada para resistir a temperaturas extremas e corrosão, absorve o calor gerado pelo motor durante a combustão.
  • Transferência do calor: o líquido de refrigeração quente passa pelos tubos do radiador e entra em contato com as aletas, permitindo a transferência de calor para o ar ambiente.
  • Arrefecimento contínuo: O processo de arrefecimento é contínuo enquanto o motor está em funcionamento, mantendo a temperatura do motor dentro dos limites seguros.
  • Termostato: Alguns veículos possuem um termostato que controla o fluxo de líquido de refrigeração para o radiador, otimizando a temperatura do motor. Quando o motor está frio, o termostato impede que o líquido flua para o radiador, permitindo que o motor aqueça rapidamente. À medida que a temperatura aumenta, o termostato abre, permitindo que o líquido de refrigeração flua para o radiador para dissipar o calor.

radiarores_cuidados_a_ter

Problemas comuns com radiadores

Tal como qualquer peça de um automóvel, os radiadores estão sujeitos a problemas que podem surgir com o tempo. Compreender estes problemas é essencial para manter o  veículo em excelente estado de funcionamento e evitar danos maiores ao motor. 
  • Fugas: Fugas de líquido de refrigeração são um problema frequente e podem ocorrer devido ao desgaste ou corrosão das conexões e componentes do radiador.
  • Obstrução: A acumulação de sujidade, detritos ou depósitos minerais pode obstruir os tubos do radiador, reduzindo a sua eficiência.
  • Falta de fluido: Níveis inadequados de líquido de refrigeração podem causar sobreaquecimento e danos ao motor.
  • Corrosão: Com o tempo, o radiador pode corroer interna e externamente, o que resulta em falhas no seu desempenho.
  • Problemas com o termostato: Falhas no termostato podem afetar o controlo da temperatura, o que pode levar ao sobreaquecimento ou ao funcionamento excessivamente frio do motor.
  • Ventilador do radiador defeituoso: Um ventilador que não funciona corretamente pode comprometer o arrefecimento adequado do radiador, especialmente em condições de trânsito lento ou parado.
  • Problemas com o líquido de refrigeração: Contaminantes no líquido de refrigeração, como óleo do motor, por exemplo, podem prejudicar o desempenho do radiador.
  • Má manutenção: A falta de manutenção preventiva, como troca regular do líquido de refrigeração, pode resultar em problemas de longo prazo.
  • Choques físicos: Acidentes ou impactos podem danificar o radiador, causando fugas ou obstruções.

Não descure a manutenção preventiva

A manutenção preventiva é essencial para garantir que o radiador do seu veículo funcione de forma eficaz e prolongue a sua vida útil. Aqui estão algumas medidas-chave que pode tomar:

  • Verificação regular: Inspecione o radiador e o sistema de refrigeração em intervalos regulares, procurando possíveis fugas, sinais de corrosão e sujidade acumulada.
  • Líquido de refrigeração: Mantenha os níveis adequados de líquido, verificando o reservatório e seguindo as recomendações do fabricante para a mistura e troca do líquido.
  • Substituição do líquido de refrigeração: Siga o cronograma de substituição do líquido de refrigeração recomendado pelo fabricante, geralmente a cada dois a cinco anos.
  • Limpeza: Limpe o radiador regularmente para remover detritos e sujidades que possam obstruir o fluxo de ar e reduzir a eficiência do arrefecimento.
  • Teste de pressão: Faça testes de pressão no sistema de refrigeração para identificar potenciais fugas, antes que se tornem um problema sério.
  • Substituição de peças desgastadas: Substitua mangueiras, abraçadeiras e outras peças desgastadas ou envelhecidas no sistema de refrigeração.
  • Verificação do termostato: Certifique-se de que o termostato está a funcionar corretamente para manter a temperatura do motor dentro dos limites ideais.
  • Verificação do ventilador: Teste o funcionamento do ventilador do radiador e substitua-o se estiver com defeito.
  • Inspeção após acidentes: Após acidentes ou impactos, verifique o radiador quanto a danos físicos que possam não ser visíveis a olho nu.
  • Consulta do manual: Consulte o manual do proprietário do veículo para orientações específicas de manutenção e troca do líquido de refrigeração.


Ao adotar práticas de manutenção preventiva regulares, pode evitar problemas potenciais no radiador e no sistema de refrigeração do seu automóvel. Isto não apenas garantirá viagens mais seguras e tranquilas, mas também ajudará a prolongar a vida útil do seu veículo, economizando dinheiro em reparos mais caros a longo prazo.

Partilhar
Facebook Twitter Linkedin
Ver todos posts do Blog

Também lhe pode interessar

Sabe o que é o sistema ADAS? Conheça todos os seus recursos e principais vantagens

Ver artigo

Como reparar o vidro partido do carro? Conheça o processo

Ver artigo
Faça já a marcação online e tenha o seu vidro reparado rapidamente!