Perguntas Frequentes

Quanto custa reparar vidro partido?

O custo da reparação do seu vidro partido depende de diversos fatores, entre eles o facto de o seu seguro incluir quebra isolada de vidros ou não. Caso tenha contratado esta cobertura o serviço poderá ser efetuado a um preço mais reduzido ou até ser gratuito.

É perigoso conduzir com um para-brisas rachado?

Sim. Um para-brisas rachado reduz a visibilidade do condutor e coloca em causa a estabilidade de toda a estrutura do veículo, assim como a segurança dos seus ocupantes.

O vidro para-brisas partido dá multa?

Sim o vidro para-brisas partido dá direito a multa. Caso seja mandado parar, caberá ao agente de trânsito avaliar as condições em que se encontra o para-brisas, podendo ser multado com uma coima entre 99,76 euros a 249,40 euros, segundo o artigo 22º do Código da Estrada.

Qual o tipo de vidro utilizado no para-brisas?

Os dois principais tipos de vidro usados nos carros são o laminado e o temperado. O vidro laminado é o mais utilizado em automóveis, nomeadamente no para-brisas. Para as janelas laterais e traseiras, é mais comum o uso de vidro temperado.

Qual a diferença entre vidro temperado e vidro laminado?

As diferenças entre estes dois tipos de vidro são:

O vidro temperado é obtido através de um tratamento térmico, o que o torna 4 a 5 vezes mais resistente que o vidro normal. Ao quebrar, este estilhaça-se em pequenos fragmentos. Tem como principais características a  grande resistência ao impacto, à flexão e às variações térmicas

O vidro laminado é composto por duas ou mais placas de vidro, unidas por uma ou mais camadas intermédias de polivinil butiral (PVB) ou resina. Ao quebrar, os estilhaços ficam colados a essa camada intermédia, concedendo uma maior segurança ao vidro.
Tem como principais características uma maior resistência à penetração, apresenta um melhor isolamento acústico, térmico, solar e anti-UV.